Feedback de baixo para cima, pode?

Estamos acostumados a falar em feedback, como dar e receber feedbacks para seus liderados, entre colegas da equipe etc. No entanto, quantas vezes você já sentiu a necessidade de dar um feedback ao seu "chefe"?
Quantas vezes você fez isso?  E se não o fez, por quê?
Assim como alguns líderes não sabem, não querem ou não veem motivo para conversar claramente com seus liderados, alguns  colaboradores também não conseguem encontrar um espaço para dar aquele "toque" sobre alguma atitude do gestor que está prejudicando a equipe.
Alguns têm medo, outros acham que é jogar conversa fora e ainda tem os que querem mais é ver o "circo pegar fogo" e esquecem que o fogo no quintal do vizinho pode se alastrar.
Em situações onde a atitude do gestor está comprometendo a equipe, causando conflitos ou piorando conflitos existentes, a melhor maneira de agir é  conversando,ou seja, a velha COMUNICAÇÃO. Feedback sim, porque não? 
Sempre focando o problema e nunca a pessoa, com muito jeitinho para não ferir a vaidade humana (que sempre existe, mesmo nas melhores pessoas) é possível apontar para falhas que podem ser minimizadas, corrigidas e evitadas.
Quem ganha com isso?  Todos!
Ganha o gestor, que tem a possibilidade de rever atitudes e melhorar, levar a equipe à eficiência operacional e um excelente clima organizacional, destacando-se;  ganha o liderado porque usou de coerência e coragem  colaborando para a resolução de um conflito na equipe, além de ganhar pontos pela sua atitude sincera e, finalmente, ganha a equipe onde o trabalho será mais prazeroso e fluirá satisfatoriamente.
Bem, mas pode ser que você realmente tenha um chefe que não aceita que lhe venham apontar as suas falhas.  Aí, neste caso, use de sutileza, seja inteligente  e não fale diretamente.
Se ele ou ela for pior que isso, arrogante e despreparado tecnicamente e nas relações, então procure algo melhor, porque se você é do tipo que quer  estar numa boa equipe e fazer um excelente trabalho, com certeza este não é o seu lugar!
Abraços e sucesso!
Ana Paula Costa Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nome:
e-mail: